São Paulo, SP 16/4/2021 –

Para evitar ações maliciosas e o vazamento de dados, empresas devem contar com soluções de segurança da informação para impedir malwares, ataques de phishing e tantos outros problemas.

De acordo com a pesquisa Panorama de Ameaças Cibernéticas no Brasil, desenvolvida pelo FortiGuard Labs, laboratório de investigação e inteligência de ameaças da Fortinet, foram 41 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos em 2020 na América Latina, sendo que no Brasil foram 8,4 bilhões de tentativas de invasões maliciosas. Ainda de acordo com a pesquisa, no 1º quarter de 2021 foram mais de 20 milhões de vírus detectados pelo FortiGuard no Brasil, o que representa quase 5% da estatística global, mais de 13 milhões de botnets identificados, número que simboliza mais de 4% da estatística global e mais de 3 bilhões de exploits descobertos, representando mais de 5%.

A pesquisa identificou um alto nível de sofisticação e eficiência em ações maliciosas com utilização de tecnologias avançadas e inteligência artificial para ações direcionadas com maior chance de efetividade. Ainda segundo o estudo, em 2020 os cibercriminosos dedicaram tempo e recursos em ataques mais vantajosos, como o ransomware, um tipo de software malicioso que infecta o computador e exige pagamento de resgate. 

Além disso, com o aumento do home office como medida de isolamento social por conta da pandemia de Covid-19, os cibercriminosos também têm se adequado a esse novo modelo de trabalho através de ataques mais aprimorados às redes corporativas. Desta forma, é importante que as empresas contem com soluções de segurança da informação que trabalhem de forma integrada e automatizada em toda a rede central.

Neste infográfico é possível conferir o panorama de ameaças cibernéticas no Brasil no ano de 2020.

A importância de contar com um centro de operações de segurança 24×7

A segurança da informação de um negócio é uma das principais preocupações das empresas para evitar ataques cibernéticos e o vazamento de dados confidenciais. Por isso, para terem visibilidade, controle e uma defesa que é capaz de mitigar essas ameaças, as empresas precisam contar com uma especialista em segurança da informação.

De acordo com uma pesquisa da International Information System Security Certort Consortium (ISC)², o déficit global de colaboradores de segurança cibernética pode alcançar 1,8 milhão até o próximo ano, sendo que 66% das organizações entrevistadas não possuem time de segurança da informação suficiente para cuidar de todas as demandas.

Em parceria com a Fortinet, a NSB conta com um MSSP 24×7 (Managed Security Services Provider) e tecnologias preditivas para prevenir, detectar e monitorar incidentes e vulnerabilidades. Com essa solução, as empresas têm rapidez nas respostas aos incidentes e inteligência de ameaças que são acionadas através de um time de especialistas que monitora a segurança da informação dos clientes 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Mais informações em:

Website: https://nsb.com.br/seguranca-da-informacao/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui