Call of Duty: Warzone tem um grande problema com jogadores trapaceiros, o suficiente para fazer streamers populares abandonarem o jogo de uma vez por todas. 

A Activision vem tentando combater o problema desde o ano passado, banindo dezenas de milhares de jogadores trapaceiros em massa e agora, a gigante dos videogames acaba de banir 60.000 contas de casos confirmados de uso de software de trapaça em Warzone. Como Vice observou, os banimentos ocorreram um dia depois que o popular streamer de CoD, Vikkstar123, anunciou que abandonou o jogo, porque as pessoas transmitem ao vivo hacks flagrantes sem repercussão.

Embora a Activision não tenha dito que software trapaceiro os jogadores banidos usaram, as fontes que conversaram com a Vice disseram que essa onda tinha como alvo os clientes da EngineOwning. O programa de trapaça baseado em assinatura oferece cheats e hacks não apenas para jogos CoD, mas também para títulos como BattlefieldTitanfall e Star Wars

A Activision também teve como alvo os clientes da EngineOwning ao banir 20.000 contas em setembro do ano passado, e esta rodada supostamente eliminou todos os usuários do programa do jogo. Em abril de 2020, logo após o lançamento do Battle Royale, a empresa cancelou 70.000 contas.

De acordo com a Vice, EngineOwning está “atualizando” seu cheat Warzone. Enquanto isso, a equipe do Call of Duty disse em seu anúncio que está “continuando os esforços para identificar e abordar provedores de trapaça, que distribuem software de terceiros não autorizados para modding ou hacking”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui