Contratar um advogado em Brasília costuma ser uma tarefa detalhista, afinal, seja qual for a área de defesa, esse profissional terá como objetivo te representar em uma causa.

Inclusive, esse profissional é o responsável pela defesa dos seus direitos, assim como os interesse dos clientes, podendo ser de pessoas jurídicas ou físicas.

Logo, o advogado é o único que tem o que conhecemos como capacidade postulatória, ou, em termos técnicos, o jus postulandi.

Esse é o direito de defesa ou solicitação de qualquer pretensão à justiça, até porque, o advogado é uma figura indispensável no que se refere a administração da justiça.

Porém, em determinadas hipóteses, a atuação do advogado é dispensada, tendo em vista que uma das finalidades da justiça é dar acesso a todos os públicos, a exemplo dos menos afortunados.

Esse é o caso dos Juizados Especiais Cíveis (em causas cujo valor da causa seja menor que 20 salários-mínimos), Juizados Cíveis e Criminais Federais, e da Fazenda Pública.

É possível encontrar um bom advogado em Brasília?

A primeira dica é que você busque por um profissional que tenha especialização na sua área do seu interesse, porque ele poderá atuar sobre conhecimentos específicos.

Destaque-se que o valor desse advogado não precisa ser um empecilho para a sua contratação ou fator que influencia a escolha, a não ser por questões da sua atual situação financeira.

Então, é preciso considerar as qualificações do pretendido advogado, da mesma forma que a área de especialização.

Busque, ainda, por recomendações desse advogado através de conhecidos, e como foi a experiência deles com o profissional.

Outra maneira de encontra esse profissional é procurar pelo advogado em mecanismos mais comuns, a exemplo do próprio Google, buscando pelo nome completo ou do escritório.

Nessa busca, você pode incluir a universidade cursada pelo advogado, se ele fez alguma publicação acadêmica (de artigos ou livros), se existe alguma entrevista gravada etc.

Ademais, realize uma pesquisa utilizando as principais redes sociais, as mais comuns, que são o Facebook, LinkedIn, YouTube, Twitter e Instagram.

Vemos que geralmente os advogados possuem um site próprio, em que tratam acerca das suas informações relevantes em toda a carreira.

Site de assistência jurídica

Um aspecto importante na escolha de um advogado em Brasília é seu site. Pode ser como uma página de venda (landing page), um blog ou um site de várias páginas completos.

Se um advogado tem seu próprio site, então isso já diz muito. Portanto, vamos determinar os critérios, sites que podem ser confiáveis.

Um site para confiar: Muitos artigos que dão informações abrangentes sobre o tema jurídico; competente e acessível à compreensão das informações médias das pessoas; oferta clara de certos serviços jurídicos; a partir do conteúdo do site fica claro quais serviços jurídicos são prestados por advogados;

O site tem alto tráfego e confiança dos mecanismos de busca. Sites que são agradáveis de estar, o conteúdo dos quais contém assessoria jurídica sobre um determinado assunto, são confiáveis.

Especialização

Provavelmente, não é segredo para ninguém que um advogado com uma especialização será muito mais eficaz do que um advogado que trabalha em todas as áreas jurídicas.

Um advogado que tenta pegar casos em todos os ramos da lei muitas vezes não entende bem em nenhum deles. Portanto, ao escolher um advogado, preste atenção especial à sua especialização.

Como se consultar com um advogado?

A consulta com o advogado pode acontecer de muitas maneiras, principalmente quando você possui alguma demanda que requer conhecimento técnico.

Para marcar uma consulta com o advogado, não é necessário estar envolvido em algum processo judicial.

Inclusive, essa consulta pode ser realizada com o simples objetivo de responder algumas dúvidas jurídicas do dia a dia, com a finalidade de prevenir problemas no futuro.

Destaque-se que o advogado tem o costume de cobrar o valor dessa consulta, tendo em vista que, nela, o profissional deve analisar o caso todo, utilizando o seu conhecimento técnico.

Dessa maneira, esse custo pode, ou não, ser descontado no pagamento dos honorários, se o profissional for, de fato, contratado.

Com isso em mente, antes de ir à consulta, tenha as dúvidas anotadas em um papel ou no celular nos mínimos detalhes, pois você poderá usufruir da consulta como um todo.

Antes da contratação de um advogado, é interessante consultar a visão de mais de um profissional desse ramo.

É interessante esclarecer que o fator que diferencia os advogados é justamente a sua estratégia, separando os advogados iniciantes dos mais experientes.

Entretanto, isso não indica que o advogado mais experiente seja uma melhor opção que o iniciante.

Quanto custa contratar um advogado?

Cada advogado possui o seu próprio método para cobrança de honorário, logo, você só terá conhecimento a partir da consulta.

Porém, é interessante destacar que o desempenho do advogado é uma atividade-meio, e não de resultados.

Por conta disso, os honorários contratados devem ser pagos no caso de êxito ou não do seu processo judicial.

Portanto, os serviços devem ser cobrados com moderação e a equidade, levando em consideração alguns pontos, tais como:

Ø  A competência do profissional

Ø  Dificuldade da demanda

Ø  Local em que irá prestar os serviços advocatícios

Ø  O trabalho, e tempo, necessário

Ø  O valor da causa e a condição financeira do cliente

Ø  Possibilidade de o advogado estar impedido em outros casos

O que fazer se não tiver como pagar um advogado?

Caso você não tenha condições financeiras de pagar um advogado, uma alternativa é optar pela defensoria pública.

Essa se trata de uma instituição pública com o intuito de defender as pessoas que não estão em situação financeira confortável para arcar com todas as custas processuais.

Para que ocorra o seu atendimento pela Defensoria, é necessário comprovar a renda, tanto no âmbito familiar como patrimonial.

Por isso, procure pela Defensoria Pública ou a OAB, afinal, também existe a possibilidade de advocacia pro bono, onde o atendimento é gratuito.

No caso, o serviço é voluntário e oferecido por diversos advogados, não havendo cobrança de honorário.

Agora que você já sabe como escolher um advogado em Brasília, tudo fica mais fácil. Espero ter ajudado. Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui