São Paulo 21/1/2021 – “Aprender a avaliar o paciente de forma correta e conhecer profundamente as tecnologias fazem toda diferença no trabalho oferecido”, Michele Matias.

Por que algumas clínicas que trabalham com os mesmos equipamentos estéticos têm resultados tão diferentes em seus procedimentos? Se o profissional não se capacitar de forma adequada, mesmo com a tecnologia mais avançada, pode haver dificuldades em alcançar sucesso na execução dos tratamentos e a consequência são clientes insatisfeitos. Mas isso não é tudo: a falta de capacitação aumenta os riscos de intercorrências, mesmo em técnicas não invasivas, que não utilizam cortes ou anestesias. Michele Matias, doutoranda em ciências biomédicas e especialista em gestão de clínicas do segmento da beleza, esclarece a importância dos cursos de estética para quem deseja se destacar no setor.  

O mercado de estética segue em expansão, tornando-se cada vez mais concorrido. Um estudo do Sebrae, por exemplo, apontou que a quantidade de centros e salões de beleza aumentou em 600% no Brasil, apenas entre 2010 e 2015, e a tendência é que continue conquistando cada vez mais espaço. Aliás, o país já é o quarto maior mercado de beleza do mundo. Diante deste cenário, não basta apenas saber fazer. É preciso se capacitar de forma adequada.  

“A mesma tecnologia pode ter resultados bem diferentes dependendo do profissional que a aplica. Não há segredo: quem se capacita consegue se destacar pois tem mais capacidade de criar protocolos e associações de sucesso nas técnicas; além de identificar possíveis fatores sabotares dos procedimentos. Aprender a avaliar o paciente de forma correta, conhecer profundamente as terapias e os mecanismos de ação e as informações de configurações do aparelho fazem toda diferença no trabalho oferecido e o efeito disso pode ser visto através do reconhecimento dos clientes e do mercado”, explica Michele, que também é presidente da Adoxy. A empresa está disponibilizando uma grade de cursos de estética sobre as principais tecnologias disponíveis, que estão com inscrições abertas pelo link.  

Capacitação também garante a segurança dos pacientes  

O sucesso do negócio não é o único benefício de uma capacitação adequada por parte do profissional. O ensinamento técnico também diminui o risco de intercorrências. 

Para proteger a saúde, e garantir que o investimento feito no tratamento tenha o retorno esperado, é fundamental que o paciente se informe quanto à formação dos profissionais responsáveis pela aplicação. Médicos, esteticistas, biomédicos, enfermeiros, fármacos e fisioterapeutas que atuam na área estão aptos a realizar o procedimento.  

“Outra dica importante é verificar a tecnologia utilizada pela clínica e se ela é reconhecida pelos órgãos responsáveis, perguntar sobre a rotina de manutenção preventiva dos equipamentos e, em caso de tecnologias que necessitam de consumíveis descartáveis, – como as mantas de proteção para a Criolipólise – verificar se os itens não foram reutilizados e se também são certificados e registrados pelo INMETRO e ANVISA”, alerta a presidente da Adoxy.  

papel do paciente também é fundamental para garantir sua segurança. É preciso que ele verifique com o profissional responsável todas as contraindicações das técnicas. Além disso, é importante checar todas as orientações antes e depois dos procedimentos.  

“Algumas técnicas requerem cuidados especiais, como a não exposição ao sol e a interrupção do uso de alguns cosméticos”, lembra Michele, reforçando que, além de informações para conquistar melhores resultados, os cursos de estética também trazem todas as recomendações necessárias para as tecnologias de mais impacto do setor.

Website: http://www.adoxy.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui